quinta-feira, 11 de junho de 2009

mais uma vez.







sentimentos [in]definos tendem a me afligir.
e fica aquela sensação que o erro é meu. tenho medo.
medo de não enxergar, medo de não ouvir, medo de não sentir.
ficar longe e perto nunca me fez bem, não me faz bem.
sou daquele velho tipo que precisa de atenção, precisa de demonstração.
nunca fui de ficar sentada esperando cair do céu. paciência? é, to tentando lidar com a minha velha paciência. difícil viu? muito mesmo. só. mais uma vez me sinto só.


e fica aquele trecho do Moska que diz:

"Eu lanço minha alma no espaço,
Você pisa os pés na terra.
Eu experimento o futuro
E você só lamenta não ser o que era..."


2 comentários:

Leonardo almeida disse...

eu acho que você me entenderia!
amanda me ajuda,é que eu tenho uns templantes e sempre não consigo,eu pego o link e nada , pego outro e dá algo de xml e nada :(

Hosana Lemos disse...

e você acabou de escrever o que passo nesse insntante...
adorei, sei como se sente!!

bjão

Postar um comentário